Como embalar uma mudança corretamente

Quer aprender a embalar seus móveis corretamente para que não sejam danificados durante o processo da mudança residencial? Nesse artigo listamos as principais dicas para embalar seus objetos da melhor maneira possível.

Dicas para embalar seus móveis, eletrodomésticos e demais itens:

Imagina chegar em sua nova casa e, na hora de colocar as coisas no lugar, perceber que o seu sofá está rasgado? Ou que algum outro móvel ou eletrodoméstico está danificado? Com quem falar? O melhor mesmo é evitar isso antes que aconteça, certo?

Então, se você prefere fazer sua mudança por conta própria ou contratou uma empresa de mudanças que apenas faz o transporte de móveis, eletrodomésticos e demais itens, que não embala sua bagagem para você, confira agora mesmo como embalar uma mudança corretamente:

Como embalar móveis:

Como embalar móveis - imagem de um sofá

Os móveis são os itens mais fáceis para embalar, isso porquê, geralmente, são feitos de um material mais duro, difícil de danificar. Agora, em caso de sofás, móveis com vidro e móveis com um material mais frágil, é necessário um cuidado especial!

Sofá – O ideal para o seu sofá é que você o envolva em um plástico bolha para que ele não venha a ter o estofado rasgado. Caso não queira gastar para embalá-lo, utilize um lençol velho, que consiga o cobrir e protegê-lo contra superfícies pontiagudas que possam vir a rasgá-lo.

Móveis com vidro – Para os móveis com vidro, não é muito difícil de embalá-los, principalmente pelo fato de que os vidros são sempre soltos. Então, você pode retirar o vidro e embalá-lo por completo em um jornal, para que possa o proteger enquanto o veículo utilizado para o transporte estiver em movimento.

Móveis com material frágil – As mesmas dicas utilizadas para o seu sofá também podem ser aplicadas na embalagem de móveis. Se tiver dinheiro para gastar com plástico bolha, ótimo! Porém, um lençol ou um pano pode protegê-lo bem também.

Como embalar eletrodomésticos:

Como embalar eletrodomésticos - imagem de um fogão

Os eletrodomésticos são mais difíceis de se embalar, pois, na maioria das vezes, têm vidro envolvido, o que os deixam mais frágeis. Para esse itens, não há outra saída a não ser envolvê-los em um plástico bolha!

Agora, se o eletrodoméstico que você está embalando é um pequeno, como um micro-ondas ou forno elétrico por exemplo, é possível colocá-lo em uma caixa de papelão, fixá-lo bem, seja com isopor ou com algo que possa fazer esse papel e fechar corretamente a caixa com uma fita forte, bem segura!

Bom, essas são as maneiras mais recomendadas de embalar eletrodomésticos, para que os mesmos estejam mais seguros durante o transporte.

Como embalar os demais itens:

Embalando roupas, eletrônicos e utilidades domésticas

Veja como embalar os demais itens:

Eletrônicos – A TV deve ser embalada como foi adquirida na loja, com isopor, plástico bolha e uma boa caixa de papelão (você pode utilizar itens para substituir, como um cobertor ao invés de plástico bolha por exemplo). Os demais eletrônicos também devem ser embalados desta maneira, para que não corram riscos de danificarem durante a viagem.

Se preferir, leve esses itens mais frágeis separadamente, em um veículo no qual alguém pode ir segurando enquanto o mesmo estiver em movimento.

Utensílios domésticos – Para as panelas, pratos, talheres, copos e demais itens de cozinha, o ideal é embalar com jornais e colocar em uma caixa de papelão separando-os por tipo de material, vidro com vidro, plástico com plástico, alumínio com alumínio e assim por diante.

Tente deixá-los o mais fixados possível dentro da caixa, feche-a bem e escreva qual tipo de material ou quais são os utensílios que se encontram naquela caixa, para que a pessoa que for realizar o transporte tenha uma certa noção de quais devem exigir um maior cuidado na hora da mudança.

Roupas e panos – E por fim, o mais fácil, roupas e panos! É quase zero a chance desses itens danificarem, então, você pode organizá-los em uma mala de viagem, uma caixa de papelão ou em um lençol. O segredo é organizar da melhor maneira possível para ter menos trabalho na hora de colocar as coisas no lugar na nova residência.

>